Texto para cerimônia de casamento: texto completo da minha cerimônia, que foi super diferente e familiar

Noivitas!!! Cá estou eu de novo!!

E aí, fazendo muito plantão na frente do computador pra tentar riscar pelo menos um item da sua lista de pendências do casamento? Pois é, bem-vinda ao difícil e maravilhoso mundo das noivas!

Se você curte se dar ainda mais trabalho e resolveu bolar uma cerimônia de casamento diferente e criativa, você tá no lugar certo. Finalmente encontrou uma fonte!

Se você está procurando discursos e textos para serem ditos no casamento, dá uma olhada nessa outra página aqui.

Mas vamos lá! Quero compartilhar com vocês como foi a minha cerimônia de casamento. Eu e minha sogra pesquisamos e queimamos muito a cachola pra conseguir chegar nesse texto, que pra mim, ficou maravilhoso!

Ao ler, vocês vão perceber que não se tratava de um casamento convencional, porque quando resolvemos fazer a cerimônia, já estávamos juntos há dez anos. Na verdade, comemoramos nossos dez anos de união realizando esse sonho que não foi possível no início da nossa vida juntos (Leia sobre isso aqui). Mas a cerimônia é totalmente adaptável para uma cerimônia de casamento!

 Minha cerimônia de casamento diferenteOlha nóis aí, geeeeente!!

Tem uma página aqui do blog somente sobre os posts do meu casamento: a decoração, algumas fotos criativas, meu convite diferente e ainda pretendo escrever mais posts!

Bem, milhões de imprevistos aconteceram no dia e algumas coisas saíram um pouco diferentes, mas eu vou deixar pra contar minha saga em outro post. No final das contas, ficou quase assim:

(ps: se curtir, deixe um comentário lá no final! E se cadastre na lista VIP aí do lado pra receber as novidades do blog)

Atenção: Ao final do post tem um link para você fazer o download de todo o texto da cerimônia!

 

[Introdução]

(Entrada Mãe e pai do noivo / Mãe e pai da noiva – Música: Michel Teló – Pai, Mãe)

Mãe do noivo: Boa tarde. Meu nome é _________, sou a mãe do Noivo.

Pai da noiva: Boa tarde. Meu nome é _________, sou o pai da Noiva. Eu e a _________ hoje iremos conduzir a cerimônia de celebração dos dez anos de união da ____ e do ____. Sejam bem-vindos!

 

[Entrada dos padrinhos]

Mãe do noivo: Há pessoas que entram por acaso na nossa vida, mas não é por acaso que elas têm o privilégio de permanecer.

Pai da noiva: Vamos receber agora as pessoas que com tanto carinho foram convidadas pela ____   e pelo ____ para serem padrinhos e testemunhas dessa celebração.

(Entrada Padrinhos – Música: Milton Nascimento – Canção da América)

 

[Entrada do Noivo]

Amiga casal: Como muitos sabem, o ____ é mineiro, mas é o mineiro mais goiano que eu conheço. E Goiás não poderia deixar de homenageá-lo com um pouco da tradição goiana.

(Toque de berrante) – Nossa amiga tocou o berrante antes da entrada do meu marido, que é goiano.

(Palmas)

Mãe do noivo: Obrigada, _____! Eu também amo Goiás!

(Entrada Noivo – Música: Almir Sater – Tocando em frente)

 

[Entrada da Noiva]

(Pequena pausa)

(Entrada Noiva) – Música: Tom Jobim e Vinicius de Moraes – Pela luz dos olhos teus)

 

[Acolhimento ao casal]

Pai da noiva: Estamos aqui para compartilhar com ____ e ____ esse momento que reúne a realização do sonho de celebrarem o casamento, uma vez que se uniram muito jovens, ainda universitários e duros, e a alegria de estarem comemorando dez anos juntos na caminhada da vida. Agora, a leitura da crônica chamada “Casamento – modo de usar”, de Diego Novo.

 

Mãe do noivo: Case-se com alguém que adore te escutar contando algo banal como o preço abusivo dos tomates, ou que entenda quando você precisar filosofar sobre os desamores de Shakespeare.

Case-se com alguém que você também adore ouvir. É fácil reconhecer uma voz com quem se deve casar; ela te tranquiliza e ao mesmo tempo te deixa eufórico como em sua infância, quando se ouvia o som do portão abrindo, dos pais finalmente chegando. Observe se não há desespero ou insegurança no silêncio mútuo, assim sendo, case-se.

Se aquela pessoa não te faz rir, também não serve para casar. Vai chegar a hora em que tudo o que vocês poderão fazer é rir de si mesmos. E não há nada mais cruel do que estar em apuros com alguém sem espontaneidade, sem vida nos olhos.

Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja, mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. Observe o caráter, antes de perceber as caspas.

Case-se com alguém por quem tenha tesão. Principalmente tesão de vida. Alguém que não lhe peça para melhorar, que não o critique gratuitamente, alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, para si mesmo.

Para se casar, bastam pequenas habilidades. Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. É preciso ter quem troque lâmpadas e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés e alguém que saiba escolher verduras no mercado. E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, o outro escolhe bons filmes; um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. Tem aquele que escolhe os presentes para as festas de criança e aquele que sabe furar uma parede, e só a parede por ora. Essa é uma das grandes graças da coisa toda, ter uma boa equipe de dois.

Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, se nossos signos se complementam no zodíaco, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores. Essa palavra antiga e, hoje assustadora, nunca deveria sair de moda.

Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, simplesmente não podem caminhar juntas. É duro, mas é a verdade. Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe! A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando.

 

Mãe do noivo: Homenagem aos noivos (nesse momento minha sogra leu um texto que ela havia preparado para mim e para o meu marido, falando sobre a gente)

Pai da noiva: Homenagem aos noivos

 

[Homenagem a pessoas especiais]

Noiva: Eu e o ____ gostaríamos neste momento de prestar uma homenagem a algumas pessoas que representam muito para nós.

As duas primeiras pessoas que queremos homenagear são pessoas muito queridas, mas que infelizmente não estão mais entre nós. O meu avô ____ e a avó do _(noivo)_, ____. Eles ajudaram a nos criar, nos deram apoio em tudo que precisamos e sempre foram excelentes avós, muito presentes em nossas vidas. Eu sei que eles gostariam muito de presenciar esse momento, mas sei também que eles estão felizes aonde quer que eles estejam. Fica nossa homenagem a essas duas pessoas tão queridas.

 

(Entrada dos nossos filhos com buquês – Música: Instrumental – Não desligar durante a entrega, somente abaixar o volume)

Noivo: À minha segunda mãe e madrinha, dindinha Magda, uma pessoa muito especial que ama demais nossa família! (meu filho entrega o buquê)

Noiva: À minha mãe-drinha, Elô, que está sempre me acompanhando e sem a qual essa festa não teria acontecido! (minha filha entrega buquê)

Noivo: Ao meu pai, exemplo de caráter (meu filho entrega caixa de bombom)

Noiva: À minha avó Zélia, que me criou desde pequena e me acompanhou em todos os momentos da minha vida (minha filha entrega Buquê)

Noivo: À minha mãe – e a Noiva fez questão que eu dissesse que é mãe dela também -, que é pra nós mãe, amiga, conselheira, e não mede esforços pra nos ajudar e nos ver felizes. (meu filho entrega buquê)

Noiva: Ao meu pai, um verdadeiro exemplo de vida, que apesar de todas as dificuldades nunca deixou de ser um pai extremamente presente e incrível! (minha filha entrega caixa de bombom)

 

[Votos]

Mãe do noivo: ____ e ____, deem-se as mãos e preparem-se para renovar os votos que, por circunstancias da vida ainda não professaram em cerimônia, mas que viveram cotidianamente nesses dez anos de vida a dois.

 

Noiva:

Você me ensinou a comer carne mal passada e a escutar música sertaneja… e a amar tudo isso!

Você aprendeu a dançar samba de gafieira mesmo odiando samba, só pra me ver feliz

Você aguenta todos os meus estresses na maior paciência!

Você me deu dois filhos maravilhosos e uma família linda

Você é um excelente pai e um marido maravilhoso, que faz questão de dizer que me ama todos os dias e está sempre presente nas nossas vidas.

É do seu lado que eu vivo os momentos mais singelos, porém mais preciosos.

Te amo demais e prometo me esforçar todos os dias para ser tão boa pra você quanto você foi pra mim nesses dez anos.

 

Noivo:

Você me ensinou a ser uma pessoa mais otimista e também a funcionar mais rápido.

Com você eu tive dois filhos maravilhosos que são a essência das minhas ambições e das minhas conquistas.

Você é uma pessoa incrível, inteligente e determinada em tudo o que faz. Uma esposa companheira e uma mãe extremamente dedicada.

Com você que eu divido minhas alegrias, minhas vitorias e meus desafetos.

É com você que eu quero continuar vivendo os melhores e os piores momentos da minha vida.

Te amo demais e prometo me esforçar todos os dias para ser tão bom pra você quanto você foi pra mim nesses dez anos.

 

[Homenagem dos padrinhos]

Mãe do noivo: Vocês, padrinhos, foram convidados para compartilhar este momento com a ____  e com o ____ porque são as pessoas mais importantes para eles. O respeito, a compreensão e o carinho que sustentam o relacionamento deles têm suas raízes no amor que todos vocês deram a este jovem casal. Por isso, é uma honra para os noivos contar com presença de vocês, aqui, hoje. Porque vocês de alguma forma, seja como irmãos, primos ou amigos, acompanham a trajetória de vida da ____  e do ____.

A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.

 

Pai da noiva: Sintam-se todos representados pelos padrinhos que aqui se encontram e que por livre e espontânea pressão, gostariam de homenagear o ____ e a ____ .

 

Mãe do noivo: Quem vem primeiro?

(Fala dos padrinhos) – nesse momento, cada um do casal, ou os dois, falaram algumas palavras. Ficou lindo!!!

 

[Troca das alianças]

Mãe do noivo: E agora… as alianças!

(Música: instrumental) – Entrada da minha avó com as alianças

Pai da noiva: As alianças são um símbolo físico do compromisso de um casal e de sua ligação emocional e espiritual.

Mãe do noivo: O uso da aliança representa muito mais do que um simples recado para as pessoas ou para a sociedade. Significa um compromisso voluntário, consciente e responsável estabelecido entre duas pessoas que se amam e resolvem dividir e unir as suas vidas.

Mesmo estando em uma cerimônia não religiosa, me coloco na humilde condição de Filha de Deus para neste momento na fé que professo, pedir a ele que derrame suas bênçãos sobre estas alianças e sobre Noivo e Noiva. Que sua luz divina fortaleça e ilumine a jornada deste jovem casal como também de seus lindos filhos.

Noiva: ____, receba essa aliança em nome de meu amor e de minha fidelidade

Noivo: ____, receba essa aliança em nome de meu amor e de minha fidelidade

 

Mãe do noivo: Pessoal, preparem as bolinhas de sabão para a saída do casal! Noivo, pode beijar a noiva!!!

 

(Beijo e saída – Música: Pharrell Williams – Happy)

 

Faça aqui o download do arquivo completo da cerimônia

E é isso aí, pessoal! Fica aqui o meu agradecimento ao blog O poema que virou festa, da onde eu tirei boa parte da minha inspiração pra escrever a minha cerimônia.

Na minha humilde opinião, a cerimônia foi um sucesso! Todos os convidados ficaram bem à vontade, deram risada, choraram, se envolveram muito! E isso que eu achei o mais legal! Prendeu a atenção de todos do começo ao fim.

Curtiram?? Então deixem um comentário e se cadastrem na lista VIP pra sempre receber tudo em primeira mão! Certo??

E aí, o que acharam?? Comentários e críticas são bem vindos!!

 

<<< Voltar para a HOME

The following two tabs change content below.

Julita

Engenheira química, mãe e esposa dedicada, apaixonada por casamentos! Quer ajudar as noivas econômicas a realizarem seus sonhos sem sacrifícios, com muita criatividade e, de quebra, ainda se divertindo!